sábado, 23 de abril de 2011

A Folha de São Paulo dá destaque ao blog que promove a desconstrução de Darwin pro bono scientia

Folha de São Paulo destaca os 400 mil visitantes do blog Desafiando a Nomenklatura científica

Termômetro das novidades na era digital, o Twitter deu o sinal. "Olha que coisa bacana: A Folha de S.Paulo deu destaque sobre este feito do blog Desafiando a Nomenklatura científica", escreveu um tuiteiro.

"Comecei e parei porque senão seria demitido por não trabalhar", brincou outro, retuitando o comentário: "Lendo os artigos mais velhos do blog Desafiando a Nomenklatura científica desde 2006".

"O que acontecia no mundo da evolução e que não queriam que nós soubéssemos desde quando estudamos no ensino médio", tuitaram dezenas, juntando ao comentário um link para a capa do jornal FSP homenageando o blogger Enézio E. de Almeida Filho neste dia.

Até ontem de manhã eram 600 comentários na rede de microblogs, mais de cem por dia, sobre o blog Desafiando a Nomenklatura científica quando o blog atingiu esta marca memorável de 400.000 visitantes. O blog foi criado em 2006, mas o blogger já apontava as insuficiências fundamentais da teoria da evolução através da seleção natural e n mecanismos evolucionários desde 1998. Suas críticas a Darwin sempre foram acolhidas pela editoria de ciência da Folha de São Paulo desde então.

A Folha de São Paulo é o primeiro grande jornal brasileiro a noticiar o feito deste blog e colocá-lo ao alcance do leitor. Basta clicar aqui.

Desde o primeiro momento, os artigos deste blog é aberto a todos. Sempre será gratuito para todos, pois o blogger, assim como a Folha de São Paulo, acredita na democracia da informação científica.

Com artigos no site Observatório da Imprensa, os jornalistas Alberto Dones e Eugenio Bacci saudaram o feito do blogger pela coragem de abordar temas polêmicos e controversos, e que essa deveria ser a tônica não somente no jornalismo científico da Grande Mídia, mas também nas universidades. Afinal de contas, a universidade é o local de debates de ideias.

"A grande mídia brasileira parece assim disposta a reencontrar a sua vocação como agente do interesse público", analisou Dones.

"Aqueles jornais que tinham ido embrulhar peixe e forrar gaiola de passarinho, aqueles jornais que forravam a cama de Noel Rosa, que acendiam lareira em Campos do Jordão, todos aqueles artigos sobre Darwin nunca mencionados na Grande Mídia ganharam o devido destaque neste novo espaço midiático, e que as editorias de ciência não podem mais se dar ao luxo de desprezar", escreveu Bacci.

Em entrevista, Bacci, que é professor de jornalismo, completou: "É como se você derrubasse pedágios que cercam o acesso maior ao status epistêmico de teorias científicas que são as meninas dos olhos da Nomenklatura científica".

Para o historiador Pedro Pantoni, diretor da Biblioteca Mondlin e coordenador da Brasiliana USP (Universidade de São Paulo), o blog Desafiando a Nomenklatura científica "é um presente para os historiadores de ciência e para os interessados na questão da corroboração de teorias científicas no contexto de justificação teórica, além de ser um marco na construção da ciência objetiva, honesta e atualizada no Brasil"

+++++

Paródia, mas bem que deveria ser verdade, baseada no texto da FSP sobre seu Acervo digitalizado.

Fonte: http://pos-darwinista.blogspot.com/2011/04/folha-de-sao-paulo-da-destaque-ao-blog.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário